Entendendo melhor sobre o novo Coronavírus

Entendendo melhor sobre o novo Coronavírus
0 14 fevereiro 2020

Os Coronavírus (CoV) são uma grande família viral, conhecidos desde meados dos anos 1960, que causam infecções respiratórias em seres humanos e em animais. O novo agente do coronavírus (nCoV-2019), ataca o sistema respiratório e surgiu na China, na cidade de Wuhan, no final de 2019.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a doença já conta com mais de 40 mil casos registrados em 18 países e cerca de 910 mortes, mobilizado organizações internacionais e toda a comunidade científica na busca por respostas sobre prevenção, transmissão e tratamento desse novo tipo de coronavírus que já assola o mundo.

Aqui no Brasil, até 11 de fevereiro de 2020, contamos com 8 casos suspeitos em investigação para o Coronavírus em 5 estados e 32 casos foram descartados. Apesar das suspeitas, não há nenhum caso confirmado no país.

O que são os Coronavírus? Quais os tipos?

Os Coronavírus causam doença respiratória, de leve a moderada, no trato respiratório superior. Eles receberam esse nome devido às espículas na sua superfície, que lembram uma coroa.

Os primeiros Coronavírus humanos foram inicialmente identificados em meados da década de 1960. Os Coronavírus que infectam humanos são:

– Alpha coronavírus 229E e NL63.

– Beta coronavírus OC43 e HKU1

– SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS).

– MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS).

– nCoV-2019: novo tipo de vírus do agente coronavírus, chamado de novo coronavírus, que surgiu na China em 31 de dezembro de 2019.

Quais os sintomas?

Os sinais e sintomas clínicos do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Podem também causar pneumonias. No entanto, o novo coronavírus (nCoV-2019) ainda precisa de mais estudos e investigações para caracterizar melhor os sinais e sintomas da doença.

Os principais são sintomas conhecidos até o momento são:

– febre

– tosse

– dificuldade para respirar

Como pode ser transmitido?

As formas de transmissão ainda estão sendo investigadas, no entanto, já existe confirmação de contaminação por contato. A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão e contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

O vírus pode ficar incubado por duas semanas, período em que os primeiros sintomas levam para aparecer desde a infecção. O diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro). Podem ser feitos exames de sangue, fezes e/ou secreções nasais, por meio de testes sorológicos, PCR e cultura viral.

Como se prevenir?

A primeira medida de prevenção é evitar viajar a Wuhan e região, bem como a cidades que possam vir a alojar surtos.

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente;

– utilizar lenço descartável para higiene nasal;

– cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;

– evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

– higienizar as mãos após tossir ou espirrar;

– não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

– manter os ambientes bem ventilados;

– evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;

– evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Deixe um comentário