O que é a pré-diabetes?

O que é a pré-diabetes?
0 25 novembro 2019

A diabetes é uma doença crônica que se caracteriza pelo aumento dos níveis de açúcar (glicose) no sangue e pela incapacidade do organismo em transformar toda a glicose proveniente dos alimentos. Existem várias manifestações desta doença, que podem surgir em períodos distintos da vida dos indivíduos, como por exemplo Diabetes tipo 1 (DM1), tipo 2 (DM2) e Diabetes Gestacional.

A pré-diabetes é uma situação que antecede a diabetes e serve de alerta para evitar a progressão da doença. O indivíduo pode saber que é pré-diabético num simples exame de sangue, onde pode-se observar os níveis de glicose no sangue, ainda em jejum.

A pré-diabetes indica que a glicose não está sendo bem aproveitada e está ficando acumulada no sangue, mas ainda não caracteriza a diabetes. O indivíduo é considerado pré-diabético quando os valores da sua glicemia em jejum variam entre os 100 e 125 mg/dl e é considerado diabético se esse valor atingir os 126 mg/dl. Entenda melhor na imagem abaixo:

Sintomas da Pré-diabetes

A pré-diabetes não tem qualquer sintoma e esta fase pode durar de 3 a 5 anos. Se durante este período a pessoa não se cuidar é muito provável que desenvolva diabetes, uma doença que não tem cura e que necessita de controle diário.

As única forma de saber se a pessoa tem diabetes é através da realização de exames. A glicemia de jejum normal é de até 99 mg/dl, por isso quando o valor está entre 100 e 125, a pessoa já se encontra na pré-diabetes. Outros exames que também servem para o diagnóstico da diabetes são a curva glicêmica e o teste da hemoglobina glicada. Os valores entre 5,7% e 6,4% são indicativos de pré-diabetes.

Estes exames podem ser realizados quando o médico suspeita de diabetes, quando há histórico na família ou num check up anual, por exemplo.

Como tratar a Pré-diabetes e evitar a Diabetes 

Para tratar a pré-diabetes e evitar a progressão da doença deve-se controlar a alimentação, diminuindo a ingestão de gorduras, do açúcar e do sal, atentar para a pressão arterial e fazer alguma atividade física, como caminhar diariamente, por exemplo.

Adicionar à alimentação alimentos como a farinha de maracujá e comer diariamente folhas verde escuras são também ótimas formas de combater o excesso de açúcar no sangue. E somente ao adotar todas estas estratégias será possível evitar o desenvolvimento da diabetes.

As pessoas que seguem todas as orientações médicas e adequam a alimentação e a prática regular de atividade física podem normalizar sua glicemia sanguínea, evitando a progressão para a diabetes. Mas após atingir esse objetivo é importante manter esse novo estilo de vida saudável para que a glicemia não volte a subir.

Posted in Blog

Deixe um comentário